Menu

SD9, A CONSOLA DIGITAL DESENVOLVIDA POR DiGiCo

SD9 DIGICODiGiCo desenvolveu uma nova consola de processamento digital: SD9.

Trata-se de uma ferramenta muito útil enquanto ao desenvolvimento musical em estúdios; conta com um sistema integrado e muito flexível impulsado pelo processamento digital da tecnologia Super FPGA.

 

Esta consola foi o resultado de múltiples desenvolvimentos e ideias da marca DiGiCo; além disto, está pensada para formar parte dos puntos chave dos grupos mais nómadas e também para instalações fixas ( teatros, centros de conferências, estúdios...) devido ao seu pequeno tamanho sem deixar de oferecer um rendimento excecional a um preço muito competitivo.

A SD9 dispõe de 24 faders motorizados e tácteis assim como botões de função de acesso rápido para os tempos de resposta mais rápidos com o seu etiquetado eletrónico.

No centro da SD9 situa-se o ecrã táctil de alta resolução TFT LCD de 15 polegadas com retro-iluminação.

Continuando com as especificações mais técnicas, se destaca da SD9, a disposição de 48 canais de Flexi ( configuráveis como mono ou estéreo) a 48 kHz/96 kHz, que é o equivalente a 96 canais de processamento DSP completo.

Conta também, com um sistema de processamento de canal estandard e inclui ChannelDelay, Individual e Multi Canal Presets, pontos de inserção duplos, Hi-Lo e filtros de passo 24dB/oitava, equalizador paramétrico de quatro bandas com a seleção da curva da banda, pontos de inserção duplos, DiGiCo de DYN 1(compressor,de-esser ou compressor Multicanal atribuível) e DYN2 (Gate, Compressor ou Ducker).

Também conta com oito processadores do tipo Dynamic EQ aos que se podem atribuir qualquer dos canais de entrada ou saída e oferecem processamento dinâmico em cada uma das quatro bandas paramétricas estandard, e além disto, também existem oito compressores multibanda e oito DiGiTubes atribuíveis.

A secção master incorpora 16 EQ de 32 bandas gráficas, oito efeitos estéreo (selecionável desde uma paleta de 33), e oito grupos de controle em formato AVC.

A SD9 tem uma vasta secção de E/S locais incluindo oito entradas de microfone, saídas de oito linhas,quatro mono AES/ EBU, um porto MADI, e dois dedicados Portos D-Rack.

O D-Rack é um 32 de entrada, oito saídas bastidor remoto de E/S, que vem de série com a SD9 com a possibilidade de aumentar a 16 saídas se o necessitarmos.

Mas aqui não termina a coisa, os usuários também podem conectar um segundo-Rack D (igual que com a combinação do pacote Rack) que proporcionará um total de 72 entradas de microfone.

Além disto, existe um módulo DiGiCoSoundGrid opcional que se pode acoplar a ambos motores para a redundância completa se está vinculado a dois servidores externos de PC como SoundGrids ou DiGiGrids, o que proporciona ao usuário um acesso instântaneo a 32 ondas de baixa latência completamente integrados no estéreo MultiRacks, cada um com a capacidade de ter até oito plugins por rack. Isto é 128 I/O.

Com tudo isto, a SD9 é uma das melhores opções do mercado enquanto a produção musical.

email  facebook rec  Twitter rec  Google rec  Printrest rec  Linkedin rec  RRSnews rec